Disciplina positiva: o que é e como usar nas escolas?Leitura de 4 minutos

Família na escola Práticas pedagógicas 20 de novembro de 2019
disciplina positiva: mulher conversando com a criança que está sentada em cima de uma pesa

author:

Disciplina positiva: o que é e como usar nas escolas?Leitura de 4 minutos

Procurar novos caminhos e a melhor forma de educar os filhos não são tarefas fáceis, mas para alguns pais e responsáveis a disciplina positiva já é utilizada como método para a formação e o desenvolvimento de crianças e jovens.   


Mas e você? Já ouviu falar em disciplina positiva? Sabe como aplicar o método na prática? Conhece os benefícios que podem ser aproveitados pelas escolas? Continue lendo o artigo e descubra! 


O que é disciplina positiva?

Disciplina positiva é baseada na filosofia de Alfred Adler e Rudolf Dreikurs que tem como objetivo encorajar crianças e adolescentes, casais e colaboradores das empresas a tornarem-se responsáveis, respeitosos, resilientes e com recursos para solucionarem problemas por toda a vida.


Além disso, a disciplina positiva dá ênfase ao melhoramento da autonomia, do otimismo, da autoconfiança e de outras habilidades que preparam a criança para a vida. Tudo isso sem deixar de estabelecer limites firmes e regras sólidas. É uma excelente alternativa aos castigos, punições, palmadas, gritos, etc.


Fundamentos da disciplina positiva

A disciplina positiva segue cinco fundamentos que devem ser ensinados na educação dos filhos, são eles: 


  1. Ajudar a criança a sentir conectada: sentir que que ela pertence à família/escola e sentir que é capaz de contribuir;
  2. Encorajar respeito mútuo: firmeza e gentileza ao mesmo tempo. Os adultos tornam-se o modelo de respeito;
  3. Ser efetiva à longo prazo: considerar o que a criança está pensando, sentindo, aprendendo e decidindo sobre si mesma e sobre seu meio social – e sobre o que fazer no futuro para sobreviver ou para prosperar;
  4. Ensinar habilidades sociais e de vida: respeito, cuidado com os outros, resolução de problemas e cooperação;
  5. Incentivar a descobrir suas capacidades: encorajar o uso construtivo do seu poder pessoal e desenvolver a sua autonomia.

As escolas também podem utilizar a disciplina positiva?

Como vimos, a disciplina positiva traz uma série de princípios e conceitos que podem ser usadas tanto por pais e responsáveis como por professores, a única diferença é o local no qual eles são aplicados.


Em linhas gerais, a ideia é que os castigos, chantagens, gritos e violência sejam abandonados. Professores devem evitar as recompensas como chantagem para que a turma se comporte, por exemplo. O ideal é que tenha uma Reunião de Classe, onde é possível discutir problemas da turma. 


Gritos e sermões com a turma também devem ser deixados de lado, o ideal é que se tenha diálogo. Chame seus alunos para conversar, busque soluções para os problemas em conjunto. Trabalhe com sentimentos, tenha empatia com o momento da criança e seja positivo. 


Confira aqui mais dicas de como aplicar a disciplina positiva na escola!


Como os pais e responsáveis devem aplicar a técnica?

Se identificou com os valores e a forma que a disciplina positiva educa? Separamos algumas dicas de como pais e responsáveis podem aplicar a técnica no dia a dia de crianças e jovens. 


Ajude seu filho a desenvolver o pensamento crítico

Faça com que a crianças pense nas suas atitudes, o que anda fazendo e como está agindo em seu dia a dia, faça com que ele reflita. Pergunte como foi o seu dia e o ajude na resolução de problemas, mas sempre fazendo com que ele tenha autonomia e independência no que faz.  


Estabeleça regras e limites 

A aplicação de regras e limites são benefícios na disciplina positiva. Converse com o seu filho e explique quais são as regras a ser seguida e até onde eles podem ir. Seja firme e não ceda a choros, para além da obediência, seu filho vai aprender a reagir de modo positivo em situações adversas, a superar frustrações e a assimilar noções de responsabilidade e comprometimento.  


Seja positivo

Apoie o seu filho e lembre-se de ser positivo. Reconheça o bom comportamento e elogie seus esforços em suas atividades. Isso fará com que a criança seja otimista e traga autoconfiança para os desafios da vida! 


Mantenha um bom diálogo 

O diálogo é um pilar essencial para o bem de toda família. Por isso, escute e dê voz ao seu filho. Oriente, tire dúvidas, alerte dos perigos, seja presente. Dessa forma, a criança entende a sua importância e sabe que pode contar a com família, criando conexões e vínculos familiares. 


Como vimos é possível aplicar a disciplina positiva em casa e na escola, deixando os castigos e punições de lado, enquanto o diálogo e a resolução de problemas são os personagens principais, criando conexões e uma relação de confiança com crianças e jovens. 


Fontes:

Disciplina Positiva Brasil

Escola Inteligência


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *