5 dinâmicas para aplicar na reunião de pais da sua escolaLeitura de 6 minutos

Práticas pedagógicas 16 de janeiro de 2020
Pais conversando e sentados ao redor de uma mesa

author:

5 dinâmicas para aplicar na reunião de pais da sua escolaLeitura de 6 minutos

As dinâmicas em reunião de pais são uma ótima forma de proporcionar momentos marcantes de reflexão ou passar uma mensagem de maneira mais divertida. 


O início de um diálogo de qualidade entre famílias e escola começa na reunião de pais, o ponto de partida para construir uma comunicação ativa e constante entre as partes. Por isso, é fundamental que a reunião seja bem preparada, trazendo reflexões e momentos que proporcionem a criação desse vínculo fundamental para o bom acompanhamento e rendimento escolar dos alunos. 


Benefícios da dinâmica para reunião de pais


Para atingir o objetivo da reunião de pais, passar informações, alinhar expectativas e conectar família e escola, você pode fazer uso livre de dinâmicas, capazes de transmitir mensagens de maneira leve e lúdica, facilitando a absorção e tornando a reunião mais ativa. 


O resultado do artifício lúdico em uma dinâmica para reunião de pais funciona para melhor fixar ideias, pois retiramos os responsáveis da rotina, do fluxo frenético do século XXI, e os inserimos no momento da reunião, envolvendo-os com o que está sendo passado ali. A criatividade e a imaginação são competências abordáveis com crianças e adultos. 


Saiba mais: Faz de conta: o que as crianças aprendem com ele? 


Muitas vezes, as dinâmicas podem também proporcionar uma melhor conexão não só entre escola e pais, mas entre os próprios responsáveis, possibilitando uma rede de troca de experiências entre famílias. 


Confira 5 possíveis dinâmicas para reunião de pais


1) Árvore genealógica


Esta é uma dinâmica para identificarmos as características que herdamos da nossa família, quais os costumes familiares que mantemos e quais tradições de personalidade, gostos, anseios e desejos queremos passar para as crianças. 


Para esta dinâmica, distribua papel e caneta e direcione que seja feita a árvore genealógica familiar, começando dos avós para não tomar muito tempo. Após, o participante deve escrever duas características para cada pessoa listada na árvore. Por fim, identificar quais características a pessoa herdou dos seus familiares. 


Ao final, é possível trazer a reflexão de qual herança desejamos deixar para as crianças, quais qualidades devem ser absorvidas pelos seus filhos, e quais defeitos devem ser trabalhados que eles não gostariam que seus filhos tivessem. 


2) Dinâmica do nó


Para fomentar uma discussão sobre o trabalho em conjunto da escola com a família na jornada educacional dos alunos, sugerimos a Dinâmica do nó, uma atividade simples para trazer reflexões sobre trabalho em equipe. 


Distribua pedaços de barbante para cada participante e, logo após, todos devem tentar dar um nó utilizando apenas uma mão. Provavelmente, poucas pessoas irão conseguir. Podemos, então, levantar o questionamento: é mais fácil dar um nó utilizando uma ou duas mãos? 


Essa é a primeira pergunta da dinâmica para trazer reflexões sobre trabalho em equipe, no qual, muitas vezes, precisamos pedir ajuda para executar certas tarefas. Por exemplo, a jornada educacional de uma criança pode ser vivida muito melhor se compartilhado o apoio ao aluno entre escola e família. Fomente essa discussão e reflexão entre os participantes.


3) Pintura surpresa


Entregue papel e materiais de desenho para cada responsável, solicitando que seja feita uma pintura, do que quer que seja. Ao finalizar o desenho, convide a escreverem o significado daquele desenho, o que ele representa para a pessoa que o fez. Logo após, deve ser trocado de desenhos entre os participantes da dinâmica, de forma que um deve interpretar o desenho feito por outra pessoa, antes de ler como o trabalho foi descrito.


O papel desta dinâmica é representar a visão individual de cada pessoa, o ponto de vista de cada um, estilo e história de vida. É possível, por fim, discorrer sobre as diferentes inteligências do indivíduo e, nesse contexto, a necessidade de métodos de aprendizado diferenciado que cada criança tem com suas especificidades. 


Leia também: Como o ensino focado na realidade pode transformar a sua escola


4) Dinâmica das diferenças


Com o propósito semelhante à dinâmica anterior, esta é uma outra forma de, também utilizando o desenho, conversar sobre as diferenças


Ao início da dinâmica, deve ser distribuído aos participantes papel sulfite e caneta. Peça, então, que sejam desenhados alguns elementos: estrela, árvore, casa, uma pessoa e uma flor, individualmente. 


Após todos desenharem, é interessante ressaltar, primeiramente, a diferença entre as pessoas que foram desenhadas, uma vez que cada desenho se diferencia, mesmo que em detalhes, do que foi realizado por outra pessoa. Afinal, somos pessoas diversificadas. No mais, os outros elementos representam também as diferentes visões. Provavelmente, cada participante fará um desenho diferente do outro. 


5) Teia de barbante


Em uma reunião de pais, é interessante abrir um espaço para que as famílias troquem experiências, conhecimentos e pensamentos quanto a educação dos estudantes. Assim, a escola possibilita a criação de uma rede de apoio entre os responsáveis, o que ajuda a fortalecer, também, o vínculo com a escola, melhorando o engajamento nas atividades escolares. 


Veja também: 4 atividades para aproximar a família da escola


A dinâmica da teia de barbante é bem simples e tudo o que você precisa é um rolo grande de barbante e um espaço para que todos os participantes se posicionem em círculo. 


Entregue o barbante para a pessoa que irá começar a dinâmica que, segurando a ponta do barbante, compartilhe com os demais algo sobre a educação dos filhos, pode ser algo novo que esteja tentando ou um receio. 


Depois de compartilhar, brevemente, o que desejar, o participante, ainda segurando a ponta, passa o restante do barbante para outra pessoa dividir algo com o time. A dinâmica nesse formato continua até o último participante falar. 


Quando todos terminarem, o barbante formará uma grande teia criada pela ligação entre as pessoas com o barbante. Reflita com todos as conexões que foram criadas ali que, além de estarem ligados pela linha, puderam abrir um pouco para os outros os seus pensamentos quanto a educação do filho, algo tão importante na vida de um pai.


Depois dessa dinâmica, o que acha de servir um cafézinho?! Assim todo mundo conversa e discute mais sobre o que foi compartilhado. 😉


Planeje uma dinâmica para a reunião de pais e perceba o resultado no engajamento na reunião e na rotina escolar! 


Baixe também o nosso e-book sobre ‘Como melhorar a comunicação entre família e escola’ e se conecte, ainda mais, com alunos e responsáveis. 


banner do ebook "como melhorar a comunicação entre família e escola"

Fonte: 

Nova Escola

Pedagogia

Demonstre


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *