Como ensinar às crianças o que são vírus e falar sobre coronavírusLeitura de 4 minutos

Família na escola 9 de abril de 2020
Mãe ensinando filha sobre o coronavírus e as formas de prevenção

author:

Como ensinar às crianças o que são vírus e falar sobre coronavírusLeitura de 4 minutos

As crianças sempre têm muitas dúvidas e provavelmente você já ouviu: o que é esse coronavírus? Por que não posso ir para a escola? Por que as pessoas estão usando máscaras? Por que não posso sair de casa ou visitar o vovô e a vovó? 


Esses questionamentos são comuns enquanto estamos em isolamento social e cabe aos responsáveis ensinar às crianças enquanto as aulas estão suspensas. Existem várias maneiras de conversar com os pequenos e tirar as dúvidas, mas sem assustar ou causar pânico. 


Se até mesmo os adultos possuem várias dúvidas, podemos imaginar como as crianças devem estar confusas com toda essa situação. Confira algumas dicas para conversar com os filhos abertamente sobre o coronavírus:


O que são vírus?


Se o seu filho é muito pequeno, então provavelmente não sabe o que são vírus. É interessante explicar que existem vários tipos de vírus que deixam as pessoas doentes, mas isso não quer dizer que eles sejam maus. Eles estão tentando se multiplicar para sobreviver e por isso nós devemos ter cuidados. 


Já no caso do coronavírus, o mais importante é explicar sobre a prevenção, ensinar a lavar as mãos corretamente e a cobrir a boca ao espirrar ou tossir. Para isso, podem ser usados vídeos e músicas divertidas para deixar o momento mais leve e ajudar a assimilar a informação melhor com elementos visuais.


Confira alguns vídeos que podem ser utilizados:





Explique que as crianças são fortes e têm pequenos soldados que batalham contra o vírus, porque o nosso corpo sabe se defender, mas os soldados dos idosos estão mais cansados e por isso precisam de cuidados especiais. 


Seja honesto e deixe a criança perguntar


Você pode começar chamando a crianças para conversar em um ambiente seguro e deixar ela falar livremente. Descubra o que ela já sabe e deixe ela fazer perguntas sobre tudo o que tiver dúvidas e comece a explicar aos poucos.


É muito importante ser sempre honesto, não é indicado criar mentiras, como dizer que um beijo vai sarar alguém doente. Ensine sobre as prevenções, como elas são importantes e deixe claro que é normal sentir medo ou ansiedade, mas que a família e a escola estarão presentes para ajudar e conversar. 


As crianças têm direito de saber o que está acontecendo com o mundo, mas é responsabilidade do adulto mantê-las protegidas. Por isso, fale a verdade mas utilizando uma linguagem apropriada para a idade e com recursos que facilitem a compreensão, como esse material educativo desenvolvido pela MindHeart.


Se você não sabe a resposta para alguma pergunta, use essa oportunidade para procurar, pesquisar e aprender juntos. Dessa forma, os pequenos entendem que podem contar com você para encontrar soluções. 


Encontre formas de expressar o medo


A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os adultos estimulem as crianças a expressar suas emoções de forma saudável, como medo e tristeza. Podem ser utilizados desenhos ou brincadeiras para se aproximar dos pequenos. Assim, eles se sentem aliviados por poder comunicar seus sentimentos em um ambiente seguro e acolhedor. 


Mostre segurança e crie rotinas

As crianças podem perceber a ansiedade dos adultos ou verem algo na TV que deixem elas assustadas e achando que estão em perigo. Ajude criando oportunidades para ela relaxar e brincar, longe do estresse, socializando com o grupo familiar dentro de casa. 


Veja mais: 7 dicas de atividades para incentivar a leitura na quarentena


Crie rotinas e cronogramas de estudo e lazer para manter a mente ocupada. Além disso, explique que existem muitos adultos trabalhando para manter a sua família e amigos seguros e cuidar da sua saúde, como os médicos e enfermeiros. 


Como manter a rotina escolar em casa durante a suspensão das aulas


Seja exemplo e cuide de você


A melhor maneira de ensinar sobre o coronavírus e como se proteger é sendo exemplo dentro de casa e na escola. Convide as crianças para lavar as mãos juntos e somente saia de casa quando realmente necessário. 


Se estiver se sentindo ansioso ou triste, separe um tempo para você mesmo e faça atividades relaxantes, procure familiares e amigos para conversar e cuide do seu corpo e mente. O comportamento dos adultos reflete no sentimento das crianças e as famílias devem passar por esse momento juntas. 


Fonte:

Nações Unidas 

Jornal Nexo

Bebê Abril


2 comentários
  1. Rose goes

    Não consigo logar preciso mudar meus dados como faço?

    • Agenda Edu

      Oi, Rose, tudo bem? :) É só conferir o nosso suporte: https://suporte.agendaedu.com/hc/pt-br

         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *