O que é storytelling e como usar para engajar os alunosLeitura de 5 minutos

Práticas pedagógicas 17 de julho de 2020
O que é storytelling: professora em sala de aula lendo livros para alunos

author:

O que é storytelling e como usar para engajar os alunosLeitura de 5 minutos

Professor, como você passa o conteúdos para os alunos? Você sente que eles estão realmente engajados ou apenas anotando? Aprenda o que é storytelling e crie aulas envolventes para despertar a curiosidade da sua turma. 


Você já deve ter ouvido falar sobre storytelling, mas talvez não saiba como esse artifício pode fazer diferença no seu ensino. O termo em inglês é a junção de “story”, que significa história, e “telling”, contar. Assim, nada mais é do que contar histórias para transmitir uma mensagem de forma única. 


Mas como aplicar isso na sala de aula? Pode parecer difícil, mas com um pouco de prática você pode transformar a maneira que seus alunos absorvem o conteúdo. Continue lendo e acompanhe nossas dicas!



O que você vai encontrar neste artigo?


O que é storytelling e porque usar


O que é preciso para o storytelling


Como usar storytelling na educação



O que é storytelling e porque usar


Como o nome sugere, storytelling é a habilidade de contar histórias. Para isso, é necessário pensar em elementos essenciais que devem ter começo, meio e fim: você vai precisar de um personagem, ambiente, conflito e uma mensagem. 


Dicas para preparar planos de aula online


Antes de falar sobre cada um deles, é importante entender a importância de aplicar storytelling na sua escola. Contando uma boa história, você será capaz de produzir um conteúdo único de uma perspectiva diferente. 


A história leva o espectador em uma jornada para descobrir o desfecho. Com uma boa narrativa, você desperta a curiosidade e estimula o pensamento crítico para buscar uma solução. 


Além disso, uma boa história gera identificação e é importante que os alunos possam se relacionar com os personagens e conflitos. Eles precisam estar envolvidos, enfrentando cada obstáculo e comemorando a conquista final. 


Ilustração do guia de volta às aulas com botão pata baixar agora

O que é preciso para o storytelling


Voltando para os elementos principais, é importante pensar em cada um deles para construir a sua história e entender o que é storytelling:


Mensagem


A mensagem nada mais é do que o conteúdo que você quer ensinar. O que você quer passar para os alunos? Qual é o objetivo dessa história e o que você espera que eles aprendam?


A importância da imaginação no desenvolvimento infantil


Ambiente


A história precisa de um cenário rico em detalhes. Falar sobre um evento histórico que aconteceu há centenas de anos ou de animais pré-históricos fica muito mais fácil se o aluno se familiarizar com o ambiente. 


Personagem


Toda história precisa de um protagonista. Ele vai percorrer a jornada, sofrer um conflito e finalmente resolvê-lo. Se aproximando dele, o aluno deixa de ver apenas um personagem e logo enxerga a si mesmo. Inclusive, muitas vezes o estudante pode ser o próprio protagonista. 


Como educar crianças protagonistas?


Conflito


Para chegar a algum lugar, é preciso ter um conflito. O que vai deixar a sua turma interessada é o desafio de entender como encontrar uma solução. Como aquela planta consegue se reproduzir? Como se formaram os continentes? Como transformar aquele elemento químico?


Como usar storytelling na educação


Agora que você entendeu o que é storytelling e como estruturar, é hora de planejar para colocar em prática. Primeiro, pense no perfil dos seus alunos, o que desperta o seu interesse, quais são os seus problemas diários. 


O storytelling usado na Educação Infantil é bem diferente do Ensino Médio. Assim como as problematizações da sala de aula presencial são diferentes do ensino remoto, é preciso adaptar para a sua realidade. 


Comunicação escolas com geração Z
Comunicação escolas com geração Z

Lembra daquela personagem que tinha 10 abacaxis, deu 4 para a amiga e o professor quer saber com quantos ela ficou? Essa é uma técnica de storytelling usada há anos na matemática, provando que qualquer matéria pode contar histórias, é só usar a imaginação e praticar. 


Exemplo prático


Para criar o seu plano de aula e sentir na prática o que é storytelling, você pode usar a técnica sanduíche da professora Emilly Fidelix, criadora do Se liga, prof!. Ela é dividida em três partes: pergunta norteadora (pão), tópicos de conteúdo (recheio) e pergunta específica de planejamento (pão). Essa também é uma excelente forma de conduzir aulas online. 


Dicas para melhorar suas videoaulas e ensinar ao vivo


Pergunta norteadora: faça questionamentos abertos que tenham a ver com a temática. Por exemplo, para falar de grandes navegações, pergunte: você já se imaginou em casa, tranquilo e, de repente, chegam várias pessoas com vestimentas e hábitos diferentes dos seus querendo morar com você? Foi mais ou menos assim o primeiro contato entre os vários grupos indígenas que habitavam por aqui e os europeus que estavam explorando novas rotas.


No conteúdo, é o momento de abordar os tópicos mais importantes daquela matéria que você separou previamente, contextualizando o que é importante aprender sobre esse assunto.


No fechamento, faça uma pergunta específica e estratégia que leve para a continuidade do conteúdo. Por exemplo: depois desse primeiro contato entre povos e culturas tão diferentes, imagine como tantas mudanças aconteceram! Você imagina quais foram as mais icônicas? É isso que veremos na próxima aula!


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *