10 mulheres que revolucionaram a Educação no mundoLeitura de 5 minutos

Inspiração 8 de março de 2019
Mulheres na Educação

author:

10 mulheres que revolucionaram a Educação no mundoLeitura de 5 minutos

O Dia da Mulher é muito mais que uma data comemorativa. É dia de reflexão e conscientização sobre os direitos femininos. A educação foi um direito conquistado por meio do trabalho e da determinação de muitas mulheres que lutavam para que todos crescessem em conjunto.


Ainda hoje, é comum quando nos referimos aos grandes pensadores, pessoas renomados na Educação, ouvirmos apenas homens como Paulo Freire, Jean Piaget, Lev Vygotsky, entre outros, sendo citados.


Claro, que todos têm a sua importância e relevância, mas não podemos esquecer das incríveis mulheres nacionais e internacionais que fizeram – e ainda fazem – parte dessa revolução que transforma diariamente a Educação.


Por isso, listamos algumas dessas mulheres que tiveram e têm importância fundamental nas transformações ocorridas na Educação. Confira!


1- Maria Montessori

Maria Montessori (1870 – 1952) nasceu em 31 de agosto na cidade de Chiaravalle, Itália. Ela foi a primeira médica italiana e dedicou-se, depois de sua licenciatura, à educação de crianças com deficiência intelectual num hospital psiquiátrico em Roma. Os conhecimentos acumulados nesse período encontraram grande difusão nas escolas primárias, jardins de infância e escolas especiais. Conhecida pelo método educativo que desenvolveu (Método Montessori) – ainda usado hoje em escolas públicas e privadas mundo afora – Maria Montessori, dá ênfase na autonomia, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas das crianças.


2- Dorina Nowill

A educadora Dorina Nowill (1919-2009) perdeu a visão aos 17 anos. Ela foi a primeira aluna cega a frequentar um curso regular na Escola Normal Caetano de Campos, no centro de São Paulo. Educadora de formação, Dorina trabalhou intensamente para a criação e implantação de instituições, leis e campanhas em prol dos deficientes visuais e pelo seu trabalho foi diversas vezes reconhecida e premiada.


3 – Ana Mae Barbosa

Uma das fundadoras da arte-educação no Brasil, Ana Mae Tavares Bastos Barbosa é referência em escolas, museus e faculdades de pedagogia no mundo todo. A educadora é a principal referência no Brasil para o ensino da Arte nas escolas, tendo sido a primeira brasileira com doutorado em Arte-educação, defendido em 1977, na Universidade de Boston pelo departamento de Educação Humanística (Humanistic Education).


4- Emília Ferreiro

A psicóloga e pedagoga argentina, radicada no México, desvendou os mecanismos pelos quais as crianças aprendem a ler e escrever, o que levou muitos educadores a rever radicalmente seus métodos. Seu nome passou a ser ligado ao construtivismo, campo de estudos inaugurado pelas descobertas de Jean Piaget. As pesquisas de ambos levam à conclusão de que as meninos e meninas têm um papel ativo no aprendizado, construindo seu próprio conhecimento – como já diz o nome construtivismo.


5 – Cecília Meireles

Além de ser um dos grandes nomes da literatura brasileira, Cecília Meireles (1901 – 1964) se destaca por sua contribuição expressiva à literatura infantil, com poesias, livros, peças teatrais e cantigas de roda, sendo referência para os educadores que trabalham nesta área. Nascida no Rio de Janeiro no dia 7 de novembro, Cecília, concluiu o magistério em 1917, começou a dar aulas e dois anos depois iniciou sua carreira literária. Aposentou-se em 1951 como diretora de escola, porém continuou trabalhando como produtora e redatora de programas culturais, na Rádio Ministério da Educação, no Rio de Janeiro (RJ).


6 – Bertha Lutz

Bertha Lutz (1894 – 1976) nasceu em São Paulo e se tornou um ícone da luta pelo direito feminino no Brasil. Na educação, se destacou pelo projeto de reformulação do ensino da época. Duas de suas propostas foram a criação de escolas superiores de economia doméstica e serviços de extensão em economia doméstica rural entre a população feminina do campo.


7 – Rosa-María Torres

Rosa María Torres é pedagoga, linguista, jornalista educacional e especialista em educação básica. A ativista social participou de movimentos em defesa de uma educação de qualidade e assumiu cargos importantes em organismos internacionais da área. Foi assessora educacional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em Nova Iorque. Entre 1996 e 1998, foi diretora de programas para América Latina e Caribe da Fundação Kellogg e, de 1998 a 2000, foi coordenadora da Área de Inovações Educacionais no IIPE Unesco Buenos Aires. Atualmente, Torres trabalha como consultora independente é autora de numerosos artigos e livros sobre educação.


8- Sabina Spielrein

Uma das primeiras mulheres psicanalistas do mundo, foi pioneira no estudo do método voltado à infância. Russa e judia, revolucionou a educação infantil ao criar, em 1923 junto com Vera Schmidt, a primeira creche que utilizava noções de psicanálise, em Moscou, na então União Soviética.


9 – Anália Franco

Anália Franco Bastos (1853 -1919) foi professora, jornalista, poetisa, escritora e filantropa brasileira. Durante seus 62 anos de vida, foi responsável por fundar mais de setenta escolas, vinte e três asilos para crianças órfãs, dois albergues, uma colônia regeneradora para mulheres, uma banda musical feminina, uma orquestra, um grupo dramático, além de diversas oficinas para manufatura em 24 cidades do interior e da capital.


10 – Anne Sullivan

Anne Sullivan (1866-1936) foi uma educadora estadunidense, mais conhecida por ter sido a professora de Helen Keller, uma adolescente surda e cega a quem ensinou por meio da Língua de sinais por intermédio do tato. Através do tato, ela ensinou a menina a reconhecer objetos e associá-los a palavras. Com a ajuda de Anne, Helen conseguiu aprender inglês, francês, alemão, ficou proficiente em braile e em linguagem de sinais na palma da mão. Para saber mais sobre a história de Anne e Hellen, vale super a pena assistir ao filme O Milagre de Anne Sullivan.


Essa são apenas algumas das milhares de mulheres que ajudaram e ajudam todos os dias na construção de uma educação de qualidade e humanizada para todos. Feliz Dia da Mulher! ✊💜

Fonte:
Uol educação
Porvir
Nova escola


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *