Método Montessori: entenda como funcionaLeitura de 10 minutos

Práticas pedagógicas 20 de abril de 2021
Alunos no chão da sala brincando e estudando em sala de aula do método montessori

author:

Método Montessori: entenda como funcionaLeitura de 10 minutos

Você sabia que existem várias maneiras de aprender e escolas com propostas pedagógicas diferentes? O método montessori é um dos mais famosos mundialmente e tem ganhado cada vez mais espaço no Brasil. 


Ele foi criado pela pedagoga, médica e professora italiana Maria Montessori, trazendo inovação para ensinar crianças, respeitando sua individualidade, autonomia e responsabilidade.


Quer entender melhor sobre como funciona este método e como ele surgiu? Continue a leitura para saber mais!


O que você vai encontrar neste artigo?


Como surgiu o método montessori?


Os princípios do método montessori

  • Autoeducação
  • Ambiente adequado
  • Educação como ciência
  • Educação cósmica
  • Adulto preparado
  • Criança equilibrada

Como funciona uma escola montessoriana

O método montessori em casa


Como surgiu o método montessori?


Maria Montessori (1870-1952) foi uma das primeiras mulheres a se formar em medicina na Itália. Ao trabalhar com crianças, ela observou que o desenvolvimento se dá pela individualidade, ou seja, cada criança cresce com dificuldades e particularidades específicas. 


Depois de trabalhar com alunos com necessidades especiais, ela decidiu usar seus aprendizados para fundar uma escola em que pudesse experimentar seus princípios de forma livre, a Casa da Criança. 


Assim, conseguiu observar o comportamento dos estudantes, estruturar sua metodologia e perceber que os resultados foram incríveis. Seus alunos alfabetizaram-se mais rápido do que se esperava e tornaram-se crianças gentis, independentes e disciplinadas. 


A partir disso, Maria Montessori viajou por diversos países para difundir o seu método e conseguiu revolucionar a educação. Ao invés de uma aprendizagem severa e com castigos, ela mostrou a importância de desenvolver o potencial criativo desde a primeira infância, incentivando atividade, liberdade e individualidade. 


Como estimular a criatividade infantil na escola?


Os princípios do método montessori


É comum entendermos que o mundo é dos adultos e as próprias crianças crescem com a ideia de que devem apenas ouvir e obedecer, sem espaço para demonstrar seus pensamentos, ideias e satisfações.


No método montessori, entende-se que as crianças são quem constroem o mundo e são seres ativos que estão preparando a sociedade para o futuro. Por isso, elas devem ser cada vez mais independentes e fortes. 


Para entender melhor como funciona essa metodologia, conheça os seus 6 princípios:


Autoeducação


Montessori acreditava que as crianças são capazes de aprender sozinhas. Assim como elas aprendem a falar, andar, comer, deve-se confiar na sua capacidade para se desenvolver de forma independente e livre. 


Dessa forma, é preciso estar inserida em um ambiente adequado e saudável, além de conviver com outras pessoas para ter a oportunidade de observar e experimentar. Por isso, as escolas montessorianas reúnem alunos de diferentes idades em uma mesma sala. 


Os estudantes menores podem espelhar as atividades e criar interesses mais cedo e os alunos mais velhos aprendem a conviver com diferentes pessoas para se relacionar melhor e ter um olhar mais empático.


Para a autoeducação ser bem sucedida, também é preciso que as crianças possam aprender com seus erros, superar dificuldades e manusear materiais específicos.


Como educar crianças protagonistas?


Ambiente adequado


Como é possível perceber, o ambiente é muito importante para o método montessori. Ele deve incentivar a criança física e psicologicamente, com materiais e objetos didáticos.


A criança precisa ter liberdade. Para isso, o ambiente deve ser acessível, com tudo ao seu alcance. Ela precisa ter uma forma de beber água, comer, ir ao banheiro e dormir sem precisar de ajuda ou autorização de um adulto.


É por isso que nas escolas montessorianas todos os móveis e objetos estão à altura das crianças ou existem bancos para que elas possam alcançá-los. Com a organização dos materiais, também se organiza o pensamento. 


Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos sobre o universo educacional, produzidos pela Agenda Edu

* obrigatório

Educação como ciência


Uma escola montessoriana conduz uma aula como se conduz um projeto científico. Diferente da educação tradicional, os conteúdos não são transmitidos dos professores aos alunos de forma vertical e rígida. O conhecimento é construído por toda a turma com a mediação do educador. 


O professor utiliza o método científico de observação, hipóteses e teorias. Os conteúdos são descobertos pelos estudantes com investigação, raciocínio e discussão, de forma coletiva. 


Leia mais – Escola Construtivista: o que é e como funciona na prática?


Educação cósmica


Esse princípio pode parecer estranho, mas significa ajudar a criança a compreender o mundo. Os conteúdos devem estar relacionados a um todo maior, entendendo que todas as coisas estão conectadas e coexistem. 


O educador utiliza perguntas, histórias e pesquisas para manter viva a curiosidade. Cosmos significa ordem, o oposto do caos. Então, as crianças desenvolvem sua imaginação e entendem seu papel no mundo. 


A importância da imaginação no desenvolvimento infantil


Adulto preparado


Esse é o nome utilizado no método montessori para designar o profissional que auxilia a criança no seu desenvolvimento completo. Ele deve fornecer o ambiente e a assistência para que realize tudo sozinha, observando e interferindo o mínimo possível. 


Os professores devem conhecer as fases do desenvolvimento infantil e guiar os alunos para que tenham as melhores condições possíveis de aprendizagem. 


Criança equilibrada


O método montessori mostra que, com o ambiente organizado e adulto preparado, as crianças estão livres para se desenvolver de forma equilibrada e feliz, expressando suas próprias características. 


Uma criança equilibrada está em seu desenvolvimento natural, se tornando empática, calma, responsável e com autonomia. Ela tem controle sobre suas potencialidades e sabe lidar com pessoas e coisas. 


Desenvolvimento infantil: qual é o impacto da pandemia?


Como funciona uma escola montessoriana


No método montessori, o desenvolvimento acontece em fases, que são chamadas de Planos de Desenvolvimento. Cada plano é marcado por uma faixa etária, que mostra os seus desejos e formas de aprender. 


No primeiro plano (0 a 6 anos), as crianças devem aprender como o mundo funciona e como se tornarem independentes dos adultos. Já no segundo plano (6 a 12 anos), os alunos já sabem cuidar de si, do outro e do ambiente, mas querem alcançar outros mundos e explorar sua imaginação, aprendendo a pensar por si.


No terceiro plano (12 a 18 anos), os jovens querem conquistar independência social e compreender de forma mais profunda como a sociedade funciona. Eles querem pertencer a um grupo e encontrar a sua função na comunidade.


Existem ainda o quarto plano (18 a 24 anos), em que os jovens adultos na universidade ou outros cursos buscam compreender o seu caminho e o seu motivo de existir, encontrando o seu papel cósmico. 


Além dos planos de desenvolvimento, a escola montessoriana tem muitas características, como:


  • Sala de aula compatível com o princípio de ambiente organizado
  • Materiais montessorianos
  • Ensino com alto grau de liberdade para os alunos, em que eles escolhem o que estudar, como estudar e por quanto tempo
  • Salas com agrupamentos etários de 2,5/3-6, 6-9, 9-12, ou 6-12 anos de idade
  • O currículo é multidisciplinar, com temas trabalhados por diferentes perspectivas e múltiplas disciplinas ao mesmo tempo
  • Os alunos podem ficar onde desejam na sala de aula
  • Não existe recreio, já que não há diferença entre estudo e lazer
  • Não é utilizado somente um livro didático, os estudantes são estimulados a pesquisar em diversas fontes
  • Avaliação do progresso dos alunos por meio de observação e registros detalhados

Entenda um pouco mais sobre como a escola funciona:



Diferenças para a escola tradicional


Como você deve ter percebido, o método montessori é bem diferente do tradicional que encontramos na maioria das escolas. Enquanto muitas instituições focam em transferir conteúdo, a montessoriana desenvolve o aluno de forma integral, do ponto de vista intelectual, social e emocional. 


O aluno também tem uma postura ativa e aprende no seu tempo, com ambiente interativo. Já na escola tradicional, o professor fica à frente da turma e transmite o seu conhecimento, dando autorização para tudo.


As avaliações também são diferentes. Ao invés de provas e testes, os alunos do método montessori são avaliados durante todas as suas atividades. É considerada a sua evolução e desenvolvimento, não somente notas. 


O que você precisa saber sobre a proposta pedagógica da escola do seu filho


O método montessori em casa


Além da escola, a família também pode utilizar a metodologia montessori em casa. Os quartos montessorianos estão cada vez mais populares, com todos os móveis na altura das crianças. Quem nunca viu aquela cama no formato de casa com o colchão no chão?  Isso faz com que elas possam subir, descer e acessar tudo sozinhas. 


Os responsáveis também podem permitir que a criança tenha autonomia, calçando seus sapatos ou escovando os dentes sozinha, respeitar a sua curiosidade natural e o seu ritmo. 


O papel da família também é observar, não impor o que as crianças devem aprender. É possível perceber os detalhes de como elas aprendem, estimular seus passos naturais e deixar que criem uma relação com o mundo e desenvolvam sua própria identidade. 


Fonte:


Lar Montessori

Casa Tema

EBC

Portabilis


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *