Comunidade escolar: como melhorar o relacionamentoLeitura de 8 minutos

Gestão escolar 15 de março de 2021
Alunos e professora na sala de aula, representando a comunidade escolar

author:

Comunidade escolar: como melhorar o relacionamentoLeitura de 8 minutos

A comunidade escolar é o verdadeiro coração e alma da educação. No Dia da Escola, 15 de março, entenda porque esse vínculo é tão importante e como podemos melhorá-lo. 


Qual é a primeira coisa que vem à sua cabeça quando você pensa em escola? A sala de aula, o dever de casa, as brincadeiras no recreio, os colegas ou aquele professor querido? 


Será que você pensa na fachada da escola em que você estudou ou no caminho que fazia todos os dias? Naquela prova que tirou 0, na feira de ciências, nas gincanas e feiras culturais?


Uma coisa é certa: temos certeza que, para você, a escola não é somente um lugar. A escola é feita de pessoas e está cheia de memórias com cada uma que impactou sua vida escolar. São as pessoas que são transformadas pelo poder da educação e mudam o mundo. 


Essas pessoas são a sua comunidade escolar e são o verdadeiro coração da escola. E, se a sua instituição ainda não sabe se relacionar bem com ela, chegou a hora de mudar. 


Mas quem é a comunidade escolar?


Vamos usar a imaginação mais uma vez: em quem você pensa quando lembra da escola? Dos professores e coordenadores, diretores, monitores, bibliotecários, secretários, cantineiros, fiscais, guarda de trânsito, seus colegas e até mesmo sua família?


Todas essas pessoas fazem parte da comunidade escolar. Desde os alunos e professores até os mantenedores, responsáveis e vizinhos, cada um tem o seu papel e faz parte da jornada educacional. 


E, para ter uma escola democrática, aberta ao diálogo e que realmente engaje e transforme a educação, é preciso construir um bom relacionamento com toda essa comunidade.  


Como aplicar a gestão democrática na escola?


Como se relacionar com a comunidade escolar


A escola precisa ter um vínculo forte com toda a sua comunidade escolar. Isso impacta diretamente no engajamento dos alunos e até mesmo na fidelização. Afinal, é importante que as pessoas saibam que sua voz é ouvida e suas necessidades atendidas. 


Além disso, é necessário entender o cenário em que aquela escola está inserida. Se ela fica em um bairro que sofre constantes problemas sociais, por exemplo, é preciso saber quais ações podem ser tomadas.


Confira algumas dicas:


Cadastre-se e receba conteúdos exclusivos sobre o universo educacional, produzidos pela Agenda Edu

* obrigatório

Inclua a comunidade escolar no planejamento


O planejamento é a base da escola, é o guia que contém quais serão as ações realizadas durante o ano e quais objetivos devem ser alcançados. Por isso, é tão importante que a comunidade escolar faça parte da sua construção.


Dessa forma, a gestão conseguirá entender quais são as suas necessidades e desejos. Também é interessante inserir no planejamento temas que apoiem as causas da comunidade, trazendo impactos positivos para o bairro e a cidade. 


Planejamento escolar: o que você precisa saber?


Incentive a participação da família na rotina escolar


A família é um dos pilares mais importantes da comunidade escolar. A escola precisa ter um relacionamento bastante próximo com os responsáveis para ajudar no engajamento dos alunos e sua fidelização


Portanto, abra as suas portas! Apresente os gestores, professores e todos os colaboradores, mostre cada ambiente, explique todas as ações pedagógicas, metodologias e atividades. 


É essencial manter um diálogo sempre aberto com acolhimento e escuta ativa. Faça da família uma verdadeira embaixadora da comunidade escolar, ajudando a construir novas relações e compartilhando experiências.


Baixe o ebook "Como engajar e aproximar os pais do ambiente escolar"

Para que isso aconteça, a escola deve ter uma comunicação realmente efetiva. Uma agenda escolar digital garante que a escola se comunique de forma simples e fácil, enviando comunicados, atividades, fotos, eventos e mensagens. 


Conheça a Agenda Edu e saiba como ela pode transformar sua comunicação


Faça projetos que envolvam a comunidade escolar


A comunidade escolar precisa se sentir ouvida para ser realmente engajada. Por isso, marque reuniões periódicas para trabalhar juntos em ações de melhoria para os alunos e para a própria escola. 


Também é interessante envolver os responsáveis nas atividades escolares, como seminários, feiras culturais e de ciências. Outra ideia é criar projetos em que os alunos precisem de apoio dos demais colaboradores da escola. 


Além disso, é importante saber quais são os movimentos sociais do bairro e como é possível colaborar. A cidade e o bairro onde os estudantes nasceram fazem parte da sua cultura e da sua vivência, por isso é importante fortalecer esse vínculo. 


Podem ser feitas entrevistas com moradores antigos, coleta de lixo, campanhas de limpeza, plantação de mudas nas praças, conscientização sobre o mosquito da dengue, feira das profissões com comerciantes locais, mapeamento do bairro e até mesmo caminhadas por pontos importantes. 


Pedagogia de projetos: o que é e como implementar?


Abra a sua escola para a comunidade escolar


Por fim, não se esqueça de abrir as portas para toda a comunidade escolar. Já estamos acostumados a criar eventos com participação das famílias, mas que tal estender esse convite para colaboradores e moradores?


É possível realizar palestras, formações, festas tradicionais, homenagens e apresentações culturais. Assim, o relacionamento entre a escola e sua comunidade se fortalece com uma parceria verdadeira. 


Eventos online na escola: como criar e aproveitar o ambiente digital


Quem faz a escola?


Agora que você já entendeu porque é tão importante se aproximar da comunidade escolar, já sabe o que realmente significa a escola? Confira a reflexão do Diretor de Educação da Agenda Edu, Jones Brandão. 


A escola não é só… paredes, salas, quadros, eventos, currículos, horários, conteúdos… 
a escola não é concreto imóvel 
mas concretamente é gente em movimento. 

Gente que estuda, que aprende, que trabalha, que desaprende, 
que descobre, que corre, que encobre 
que se alegra, se conhece, se estima. 

A escola é o que acontece dentro dela, mas também fora
quando as pessoas se encontram por aí 
quando convidam uns aos outros para seu aniversário 
para estudar em casa, 
para serem amigos… para sempre 
sempre lembrando de muitas histórias vividas
algumas até que não podem ser reveladas. 

A escola é a arena dos encontros 
do encontro da dúvida com a investigação 
da necessidade com a inclusão 
da dor com a indignação 
do sentimento com a empatia 
da tradição com a inovação 
da diversidade com o respeito 
da infância com a maturidade 
do “eu não sei” com o “eu te ajudo” 
do novato com o acolhimento 
da dependência com a autonomia.

No final da jornada, o que perdura são os encontros
que acolhem, despertam, alertam, empoderam e libertam. 

Parece utópico esse discurso? Talvez
mas “as utopias são horizontes que você constrói para perceber o absurdo da situação que estamos vivendo.” (Rubem Alves)

Ainda existem muitos absurdos, e por isso se fazem necessárias as utopias.
Existe muito a ser percebido, superado e conquistado. 
Alguma semelhança com você, com sua história? 
Com a minha, sim. 
Isso porque “eu sou a escola”.

Vida longa à Escola!


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *