Como não perder a qualidade no ensino à distânciaLeitura de 5 minutos

Práticas pedagógicas 4 de setembro de 2020
Ensino à distância com notebook, aula online e cadernos

author:

Como não perder a qualidade no ensino à distânciaLeitura de 5 minutos

Depois de meses trabalhando com educação remota, muitas escolas já foram autorizadas ou estão se preparando para voltar para aulas presenciais. Mas, será que o ensino à distância já acabou? 


A resposta é: muito provavelmente não. Mesmo para quem já pode funcionar, o cenário atual ainda não consegue comportar todos os alunos de volta ao mesmo tempo. A maioria das escolas estão optando pela volta gradual, retorno de 35% dos alunos, rodízio de turmas e horários. 


Dessa forma, o ensino híbrido será a metodologia mais utilizada para garantir que a educação chegue para todos. Mas como continuar garantindo que o ensino à distância será de qualidade?


Os principais desafios do ensino à distância


Com a pandemia do coronavírus, as escolas foram surpreendidas com a medida de fechar suas portas e criar um ensino remoto emergencial. Isso significa que não houve preparo, planejamento e capacitação dos profissionais. 


Gestores, professores e alunos precisaram se acostumar rapidamente com um novo modelo bem diferente do tradicional. Além disso, o dia a dia trouxe diversos desafios: ferramentas, internet, concentração, ansiedade e muito mais. 


Conheça a escola que usa tecnologia e cultura maker antes mesmo da pandemia


É importante lembrar que durante este período não aconteceu o verdadeiro Ensino à Distância (EAD), que tem os seus próprios protocolos e metodologias, e sim um ERE (Ensino Remoto Emergencial).


Como manter a qualidade de ensino à distância?


Já que entendemos que o ensino à distância continuará fazendo parte da escola, mesmo em conjunto com o presencial de forma híbrida, é preciso desenvolver métodos para garantir a sua eficácia e sair do modo emergencial. 


Essa é a hora de reunir toda a experiência dos últimos meses para fazer uma retomada de sucesso. Vamos dar um passo à frente e pensar como podemos melhorar a aula remota para não perder a qualidade na aprendizagem. 


Ensino híbrido: o que é e como começar na sua escola


Adapte o formato das aulas ao meio digital 


Agora você já deve ter percebido que não adianta fazer aulas digitais da mesma maneira das aulas presenciais. Cada formato tem as suas peculiaridades e é importante focar nas vantagens de cada um e não no que está sendo perdido. 


Nas aulas online, use os recursos que estão disponíveis, como a possibilidade imediata de consultar uma imagem, de compartilhar um vídeo, um documentário, a criação simultânea de um meme, uma tirinha e muito mais. 


Dicas para preparar planos de aula online


Esses materiais estão a um clique de distância, já que você e seus alunos estão em seus computadores, conectados. Explore as possibilidades que o ensino remoto pode proporcionar com gamificação, quizz, questionários, sala de aula invertida, uso de blogs e sites. 


Lembre-se da qualidade de áudio e vídeo


Para dar continuidade ao ensino à distância na sua escola, está mais do que na hora de investir nas ferramentas e plataformas certas. Agora que os professores estão dentro da sala de aula, é muito mais fácil criar videoaulas e fazer transmissões ao vivo de qualidade. 


Dicas de ferramentas de escolas para aulas remotas

Como gravar vídeos e editar suas aulas online


É essencial investir na capacitação dos profissionais e dar bastante apoio. Que tal reservar salas com cenários prontos para gravação de vídeos? Ou comprar tripés e câmeras para transmitir a aula presencial para os alunos da turma que está em casa?


A qualidade de vídeo e áudio é muito importante para garantir a concentração e entendimento do aluno. Isso não significa que você precisa de um grande estúdio, mas sim ter atenção redobrada. 


Use materiais extras 


Já falamos um pouco sobre explorar materiais na aula online, mas não custa repetir: aproveite tudo que a internet oferece para enriquecer o ensino à distância. 


Os alunos também podem fazer parte desse trabalho e procurarem materiais de apoio, compartilhar com os colegas e mostrar o que eles gostariam de aprender. Na educação remota, o estudante vira ainda mais protagonista da sua aprendizagem e precisa participar ativamente da aula. 


Filmes de escola e educação para assistir com seus alunos


Os trabalhos em grupo também ganha. Apesar de os alunos estarem distante, eles têm acesso a um infinito de possibilidades para criar projetos, solucionar problemas e interagir uns com os outros. 


Peça feedback dos alunos


Na sala de aula tradicional, o professor consegue ver os alunos de perto e acompanhar o que eles estão sentindo. Muitos educadores ficaram inseguros com o ensino à distância por perder esse contato direto, mas esse é o momento de aproveitar as ferramentas disponíveis. 


O feedback dos alunos pode ser ainda melhor de forma online. O professor pode criar formulários para serem preenchidos ao final da aula. Assim, os alunos que têm dificuldade de comunicar suas dificuldades se sentem mais ao vontade do que ao falar na frente de todos os colegas.


Personalização do ensino: o que é e como aplicar


A escola também pode mandar questionários periódicos usando uma agenda digital, como a Agenda Edu. Também é possível pedir feedback aos responsáveis e criar um canal de comunicação direto e eficiente. 


Na Agenda Edu, você ainda envia atividades, links de videoaulas, comunicados e pode até fazer transmissões ao vivo.
Confira condições especiais e experimente na sua escola!


         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *