Desenho na Educação Infantil: Qual sua importância?Leitura de 7 minutos

Práticas pedagógicas 30 de agosto de 2019
quatro crianças brincando de desenhar em sala de aula. Uma delas está com segurando o seu desenho

author:

Desenho na Educação Infantil: Qual sua importância?Leitura de 7 minutos

O desenho é essencial para o desenvolvimento infantil, além de ser uma atividade muito divertida, é uma forma de comunicação. É por onde a criança expressa seus sentimentos, suas idéias e suas vontades, sobretudo quando ela ainda não consegue se expressar por meio da linguagem oral e escrita. 

 

Quando a criança desenha, ela cria pontes entre seu mundo imaginário e o que é real, externando as suas visões de mundo. Por meio do desenho é possível perceber, por exemplo, se a criança é tímida, se ela tem autoconfiança e também quais os interesses dela. 

 

Na escola o desenho não deve ser desvalorizado e nem tão pouco limitado. É necessário que ele seja visto como um recurso muito importante, especialmente na Educação Infantil, onde deve ser uma atividade sempre presente, afinal, muitas crianças desenham para demonstrar o que estão sentindo.

 

Ter o espaço do desenho como atividade é fundamental para o desenvolvimento cognitivo, emocional e social das crianças, além de desenvolver o senso de observação, percebendo a variedade de cores, formas e texturas. 

 

Os desenhos ajudam as crianças a se desenvolverem de diversas maneiras, entre elas: 

 

Desenvolvimento socioemocional

O desenho permite que a criança se expresse, aprimorando o controle das emoções e revelando também uma função terapêutica, pois ao estimular atividades artísticas, as crianças tendem a se afastarem de sentimentos de apatia e tristeza, se distanciando de quadros de ansiedade e até mesmo depressão. 

 

Por meio do desenho a criança retrata suas experiências na busca da própria identidade, sendo uma forma de expressar o seu dia a dia. Quando a criança desenha, trabalha com a linguagem, conhecimento e imaginação, e isso ajuda na formação da sua subjetividade, além de ser possível identificar como a criança percebe o contexto social e histórico, a qual está inserida.

 

Desenvolvimento motor e artístico

Enquanto a criança desenha, ela desenvolve diversas habilidades. O ato de controlar um lápis ou o giz de cera num movimento de pinça, desenvolve a coordenação motora. Isso acontece a partir dos 3 anos, quando a criança sai do desenho de garatujas para desenhos com mais sentido.

 

Incentivar a prática de desenhos para crianças com habilidade motora reduzida pode ajudá-las a evoluir dentro de suas limitações. 

 

Além disso, nas atividades com desenhos a criança também desenvolve a criatividade, deixando livre a imaginação. 

 

Como trabalhar o desenho em sala de aula

É importante que os professores valorizem os desenhos das crianças, tornando o desenho um articulador da sua prática pedagógica. É necessário que o professor tenha conhecimento do desenvolvimento infantil e também das etapas da evolução do desenho, para que compreenda e avalie as garatujas e rabiscos corretamente. Não deve impor uma forma de desenhar correta, pois isso pode travar habilidades futuras e o potencial criativo das crianças.

 

O professor deve incentivar as crianças a desenhar, sem direcionar os traços e usando não apenas o lápis de cor, mas também materiais variados como areia colorida, papéis com texturas diferentes, tintas e material para colagem. 

 

Estimular as crianças, mas sem obrigá-las a desenhar, aproveitando o recurso para que elas assimilem os conteúdos trabalhados em sala, como por exemplo, as cores e as formas. Sempre dando importância aos desenhos, escrevendo os nomes das crianças nos trabalhinhos feitos e pedindo a elas que expliquem o que foi desenhado. Essas atitudes simples farão o professor perceber rapidamente a evolução dos desenhos dos pequenos.

 

A seguir vamos ver algumas atividades usando desenho para serem trabalhadas em sala de aula, de acordo com os campos de experiências propostos pela BNCC.

 

Atividades de desenho com temas específicos

Levar para a sala de aula atividades de desenho com temas específicos, permite que o professor saia da rotina, da prática comum do desenho feito com lápis e papel. Vamos apresentar dois exemplos de atividades temáticas, onde o professor pode explorar materiais diversos e a criatividade dos alunos: 

 

1 – Observando a sala de aula:

Materiais: recortes de revistas, giz de cera, lápis de cor, tintas, canetas hidrocor, papel 40kg.

Objetivo: Trabalhar a concentração e a observação.

Campos de experiências: Corpo, gestos e movimentos; O eu, o outro e o nós; Traços, sons,cores e formas.

Atividade: Pedir às crianças que observem bem a sala de aula. Solicitar que toquem as paredes, o chão, os materiais e os brinquedos. Depois, solicitar que elas desenhem o que observaram, escolhendo o material que preferem usar. Quando todos terminarem, irão mostrar seus desenhos numa rodinha de socialização,falando suas impressões e ouvindo os colegas.

 

2 – Arte e natureza:

Materiais: folhas de árvores, pétalas de flores, pedrinhas, galhos e giz de cera.

Objetivo: Desenvolver noções de cuidado com o meio ambiente, amplificar possibilidades de criação.

Campos de experiências: Corpo, gestos e movimentos; Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações; O eu, o outro e o nós;

Atividade: No jardim da escola, solicitar que as crianças observem as plantas e o solo. Falar sobre a importância de cuidar do meio ambiente e pedir que as crianças criem desenhos usando os próprios elementos da natureza que encontraram lá. Depois as crianças irão apresentar para a turma a sua criação.

 

3 – Desenho livre:

Atividades de desenho livre, proporcionam que as crianças se expressem livremente, colocando seus sentimentos e suas percepções no papel. O  professor deve valorizar essas criações, assim as crianças se sentem motivadas, aumentando sua autoestima e o aprendizado.

 

Leia também: Como motivar e engajar os alunos em sala de aula

 

O papel do professor é cultivar o protagonismo, permitindo que as crianças brinquem, falem e aproveitem  ao máximo esse momento de intensa criatividade.

 

4 – Envolvendo toda a turma:

Atividades de desenho coletivo são ótimas oportunidades de interação entre as crianças, desenvolvendo o trabalho em equipe. Nesse caso, o papel do professor é mediar esse momento, levando questionamentos para que as crianças conversem umas com as outras, contribuindo para a criação desse desenho

 

5 – Desenho coletivo:

Materiais: Papel Kraft, lápis de cor, caneta hidrocor, giz de cera.

Objetivo: desenvolver o trabalho em equipe, interação com os colegas.

Campos de experiências: O eu, o outro e o nós; Traços, sons, cores e formas; Corpo, gestos e movimento; Escuta, fala, pensamento e imaginação.

Atividade: O professor irá colocar uma música clássica para os alunos ouvirem e solicitar que eles que desenhem suas impressões sobre o que sentiram ouvindo a música. Depois todos juntos irão apreciar a criação. 

 

O professor também pode incentivar que as crianças sugiram e escolham a forma como irão apresentar esse trabalho às famílias. Essa é uma ótima maneira das crianças exercerem seu protagonismo.

 

Aliando o desenho à escrita

O desenho é a primeira escrita da criança. Cada vez mais, vários autores acreditam que passando pelos estágios de evolução do desenho, as crianças desenvolvem a escrita, ela percebe que pode desenhar a fala.

 

O desenho e a escrita são duas linguagens que interagem, por muitas vezes se complementando. Durante os estágios do desenho infantil, chega um momento em que as letras se misturam aos desenhos até chegar na escrita alfabética propriamente dita.

 

É importante que o professor esteja atento ao progresso da criança, ensinando-lhes a pegar no lápis corretamente, os movimentos e a postura adequada para que ela aprenda a escrever.

 

Como vimos nesse artigo, o desenho possui um papel fundamental no desenvolvimento intelectual, artístico e social das crianças na Educação Infantil. Não deixe de colocar em prática nossas dicas e vamos juntos nessa jornada! 

 

         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *