Professores como os primeiros influenciadoresLeitura de 3 minutos

Acontece na escola Aproximando famílias 30 de julho de 2018

author:

Professores como os primeiros influenciadoresLeitura de 3 minutos

Nos primeiros anos da infância de qualquer criança existem dois grandes influenciadores: Primeiramente a família, os responsáveis mais próximos e, logo depois, os professores.

 

Além de explicar conteúdos, um bom educador tem que saber conviver e respeitar a individualidade do aluno, tendo conhecimento da sua realidade para conseguir acompanhá-los, entendendo suas dificuldades, monitorando e guiando os processos de aprendizagem.

 

Até para os próprios alunos os professores não são apenas fonte de conhecimento, são grandes influenciadores, podendo vir a ser grandes mentores e orientadores, como aponta a pesquisa do WISE, “School in 2030”, onde 73% da amostra acredita que o papel do professor será orientar os alunos em seus processos de aprendizagem autônoma.

 

Leia também: O papel do professor frente às novas tecnologias

 

Apesar da pesquisa prever um cenário para 2030, a orientação por parte dos professores já é real e acontece no dia a dia. Muito já se fala sobre a importância de empoderar alunos para a aprendizagem, tornar esse aluno protagonista do processo de aprender e acompanhá-lo, fornecendo todas as ferramenta necessárias, para trilhar uma jornada educacional que vai muito além das disciplinas aprendidas na escola.

 

“É a partir do professor que o aluno se forma e é partir, também, do aluno que o professor se forma”


Jones Brandão, 
educador e consultor da Agenda Edu.

 

Os professores com influenciadores de interesses

 

O professor, além de ator importante na jornada da educação, também é um influenciador na descoberta de interesses e talentos das crianças e adolescentes. A pesquisa “Retratos da Leitura”, do Instituto Pró Livro, mostra que após a mãe, o educador é quem mais influencia no gosto pela leitura.

 

Uma outra informação importante, no entanto, é a de que 30% dos professores brasileiros confessam não gostar de ler. O que os impossibilita de incentivar, em seus alunos, o gosto pela leitura, em um país como o Brasil onde apenas 50% da população acima de 5 anos lê, pelo menos, um livro a cada três meses.

 

Tão importante quanto o domínio de conhecimentos e a capacidade de executar uma aula, é o controle de uma sala de aula a partir do entendimento das características individuais de cada aluno, explorando as inquietações e dificuldade de forma construtiva, permitindo-os a encontrar novos talentos enquanto experimentam atividades que são aplicações práticas das disciplinas ou que vão desenvolver habilidades emocionais.

 

É importante que todos os atores da rotina escolar, famílias e educadores, fortaleçam a imagem da escola como um local seguro para desenvolver talentos, habilidades e conhecimento, onde o aluno poderá contar com mentores preparados para extrair dele o melhor.  

 

banner do ebook "como melhorar a comunicação entre família e escola"

Portanto, é essencial que o professor perceba a importância de performar o papel de influenciador e se preparar para ele. A orientação de uma pessoa vai muito além do profissional, objetivando criar hábitos positivos e, principalmente, fortalecer a autoestima e segurança do aluno, deixando claro que ele está sendo acompanhado e observado de perto, por alguém dedicado e especializado em empoderar aquele aluno para alcançar o máximo e dar passos seguros na trilha da jornada educacional.

 

         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *