Brincadeiras, roupas e gênero

Reflexões
Leitura de 2 minutos

Por Yuska Garcia, psicóloga e mestra em Educação.

Nossa parceira, Yuska Garcia, traz hoje para você reflexões sobre brincadeiras, roupas e gênero das crianças. Um conteúdo rico, com questionamentos e curiosidades sobre a distinção do “o que é de menino” e “o que é de menina”. Boa leitura!

 

Existem brinquedos de menino e brinquedos de menina? Cor de roupa de menino e cor de roupa de menina? Você sabe de onde surgiu essa distinção?

 

De acordo com a Revista Mundo Estranho isso foi uma estratégia de marketing na década de 20. Antes disso, pelo menos em relação às cores, primeiramente os pais não se preocupavam muito com isso, visto que as tintas eram muito caras. No início do século 20 começaram a distinguir, mas o inverso do que vimos hoje. O rosa era para os meninos, por ser uma cor mais forte. E o azul para as meninas, por ser uma cor mais delicada.

 

Alguns anos depois, entre 1920 e 1950, por uma estratégia de marketing, as cores se inverteram. O que vimos até os dias atuais. Entretanto, podemos observar um movimento atual contra essa distinção. Observamos marcas criando roupas unissex, meninos usando rosa, meninas se fantasiando de personagens ditos masculinos.

 

Há um vídeo que viralizou nas redes sociais no qual uma criança, chamada Riley, se mostra muito contrariada porque, segundo ela, os brinquedos “femininos” são muito sem graça, enquanto os “masculinos” são muito mais atrativos.

 

 

Bem como, a cada dia surgem mais notícias em que meninas escolhem temas como o Hulk, por exemplo, para o seu aniversário. Assim, vemos um início de uma mudança cultural.

 

Essa mudança caminha juntamente com a quebra de muitos paradigmas, como, podemos citar, vários estudos indicando que um brinquedo não mudará a orientação sexual de uma criança, bem como a luta pelos direitos humanos, contra o preconceito, homofobia…

 

Qual a sua opinião sobre isso? Você acha que brinquedo tem sexo? Cor tem sexo? Fica a reflexão!

Veja mais!

Como motivar e engajar os alunos em sala de aula
1179
A participação dos alunos em sala de aula é essencial para o professor, mas fazer com que crianças e jovens participem das atividades, se sintam motiv...
A estratégia como suporte na sala de aula
175
Usar alguns conceitos de estratégia de negócios na sala de aula  pode render bons frutos no aprendizado.   Por Marcelo Freitas: mento...
Volta às aulas: saiba como receber os alunos
1871
Integrar os novatos, acolher os veteranos e garantir que todos tenham um ambiente agradável, são pontos que requerem atenção na volta às aulas.  ...