O desafio e a importância de trabalhar soft skills nas escolasLeitura de 4 minutos

Acontece na escola 28 de agosto de 2018

author:

O desafio e a importância de trabalhar soft skills nas escolasLeitura de 4 minutos

Soft skills são as habilidades ligadas à personalidade e ao comportamento, envolvendo aptidões mentais, emocionais e sociais. As soft skills também estão relacionadas à nossa forma de nos relacionar e interagir com as pessoas.

 

Muito se fala sobre soft skills no mercado de trabalho. O último Fórum Econômico Mundial discutiu bastante sobre quais serão as habilidades futuras em um mundo repleto de tecnologia. E são as soft skills, ou as “habilidades sociais” humanas que se tornarão cada vez mais valiosas – habilidades como empatia, percepção de contexto, colaboração e pensamento criativo serão diferenciais para quem quiser se destacar na sua carreira. Isso significa que milhões de pessoas em todo o mundo terão que fazer a transição das habilidades técnicas para as habilidades sociais.


Definir o caminho para educar crianças e jovens para esse novo cenário está longe de ser fácil. O paradoxo é que, embora entendamos muito sobre como desenvolver habilidades de análise, tomada de decisão e julgamento analítico, sabemos muito pouco sobre a gênese das habilidades sociais. E a escola tem um papel muito importante no processo de entender os obstáculos do desenvolvimento de habilidades sociais.

 

Mas ainda existem muitos desafios. Grande parte das escolas ainda são muito parecidas com fábricas, onde o foco está em desenvolver o lado mais operacional. As crianças são treinadas para permanecer paradas por horas a fio (como fariam em uma linha de produção da fábrica), para se envolver em aprendizagem mecânica, e para estar em conformidade e seguir as regras. Pouco se faz no sentido de desenvolver nas crianças as habilidades de compaixão, inventividade e a capacidade de interpretar as pessoas corretamente.

 

Além disso, crianças e jovens gastam cada vez mais tempo envolvidos com jogos virtuais e mídias sociais, se desenvolvendo cada vez mais em habilidades técnicas e, algumas vezes, deixando as habilidades sociais um pouco de lado. Habilidades como empatia e colaboração precisam ser reforçados no dia a dia e o ambiente escolar pode ser o espaço principal onde isso ocorre, tendo todo o corpo educacional como facilitador dessa dinâmica.

 

O desenvolvimento das soft skills implica um processo de longo prazo e é por isso que deve ser promovido desde a infância. Para isso, o fundamental é reforçar pontos como:

 

💜 Criatividade e atividades artísticas através de oficinas coletivas;

 

💜 Flexibilidade e adaptabilidade às mudanças através de exercícios focados em melhoria contínua e no desenvolvimento de habilidades cognitivas, procurando abrir a mente das crianças;

 

💜 Pensamento reflexivo e crítico através de debates em grupo;

 

💜 Comunicação através de trabalho de grupo com diferentes afinidades e atividades que envolvam os pais e a comunidade;

 

💜 Fortalecimento da construção da identidade, com foco no desenvolvimento de habilidades de comunicação e no desenvolvimento da autoestima.

Um ponto de atenção nesse processo de desenvolvimento das soft skills são os alunos introvertidos, já que essas habilidades são potencializadas através de atividades em grupo, o que pode ser mais difícil para quem tem esse perfil. Nesse sentido, é importante focar em atividades que permitam a participação de todos os alunos, mesmo os mais tímidos, reforçando-os nas suas conquistas para que eles ganhem cada vez mais segurança nas suas próprias capacidades.

 

Como vimos, não há uma resposta fácil para esse desafio, não se desenvolvem aspectos tão subjetivos de uma hora para outra. Mas a necessidade é grande e a velocidade da implementação é crucial. Se quisermos manter nossa humanidade na era das máquinas, precisamos trazer à tona o que é ser humano.

 

Vá além, pesquise iniciativas e cases que deram certo em outras escolas e adapte para a sua realidade. Fique de olho em notícias e novidades do mercado, como as que trazemos semanalmente aqui na Jornada Edu. Aproxime os responsáveis da rotina escolar para engajar ainda mais os alunos no aprendizado.

 

Utilizar uma Agenda Digital na sua escola torna a comunicação muito mais fácil e rápida, aproxima escola, responsáveis e alunos e aumenta o engajamento de todos no ambiente escolar. Ainda não tem uma Agenda Digital? Conheça a Agenda Edu e aproveite nossas condições especiais!

Fontes: MIT e Universia
         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *