Como lidar com transtorno de comportamento na escola?Leitura de 4 minutos

Acontece na escola 27 de março de 2019
Como os professores devem lidar

author:

Como lidar com transtorno de comportamento na escola?Leitura de 4 minutos

O transtorno de comportamento na escola pode ser algo que assuste um pouco os professores que precisam lidar com algum aluno em questão. É bem verdade que quando o educador passa por essa situação pela primeira vez, o medo de não dar conta do desafio pode ser muito grande. Sendo assim, o artigo de hoje abordará não o distúrbio em si, mas as intervenções e os profissionais que estão aptos a contribuir para o progresso de sua criança. 

 

Transtorno de comportamento e o auxílio da psicologia

 

Quando uma criança é diagnosticada com o transtorno de conduta, ela geralmente adota uma postura mais agressiva. Não necessariamente violência física, embora isso também possa acontecer. No entanto, os mais comuns são os questionamentos e a desobediência.

 

Para encontrar soluções a esse cenário, os pais da criança devem levá-la ao acompanhamento com um especialista da psicologia. Esse profissional irá propor as dinâmicas necessárias para trabalhar os impulsos manifestados pelo aluno. 

 

Uma dica é reunir a criança ou adolescente com sua família e, juntos, estabelecerem formas de se iniciar um diálogo. Eis aí um caminho determinante na solução dos problemas trazidos pelo transtorno do comportamento. Destaque também para os profissionais que atuam como analistas comportamentais. Esse são imprescindíveis para a proposição de intervenções bastante eficazes. As terapias tendem a ajudar a criança na convivência com todos à sua volta. 

 

A psicopedagogia como alternativa 

 

Outros profissionais que exercem um papel importante frente aos sintomas do transtorno de comportamento são os psicopedagogos. É interessante salientar que eles são excelentes para trabalhar junto com a equipe de professores de uma escola. O trabalho é ainda mais rico quando for a instituição de ensino do aluno em questão. 

 

Vale relembrar que o papel dos psicopedagogos é avaliar os aspectos que interferem no cotidiano da criança e identificar quais pontos devem ser trabalhados, sobretudo aqueles que influenciam até mesmo na aprendizagem do menor. Há que se ressaltar um detalhe: esses especialistas podem estar tanto na escola como fora dela.

 

Um de seus objetivos primordiais é apresentar uma intervenção que seja amplamente rica. Além disso, é importante também estabelecer mecanismos que favoreçam o desenvolvimento de fatores que influenciam a cognição, as relações afetivas e as condições psicossociais e orgânicas. 

Ebook Autismo: Escola e família como aliados na educação

 

Professores e o poder de transformação

 

Atuar como professor não é tarefa fácil. Nunca foi. Quando há algum aluno com transtorno de comportamento dentro de sala, essa missão exige ainda mais flexibilidade. O estudante diagnosticado com esse distúrbio pode ser agressivo e agir de maneira que intimide os demais colegas. 

 

Nesse caso, nada melhor que unir o conhecimento do educador com o relato dos pais e a ajuda dos terapeutas. Assim, o menor pode ser amparado por profissionais e pessoas da família em busca de uma resposta alternativa ao comportamento apresentado. 

 

A partir dessa junção, o professor pode utilizar alguma técnica que vise a auxiliar o aluno na condução de sua permanência em sala de aula. Nesse sentido, evitamos até mesmo a evasão escolar, algo relativamente frequente em quem convive com  mudanças de comportamento.  

 

O bullying é um problema enfrentado na maioria das escolas. Baixe nossos pôsteres e inicie uma campanha educativa para combater esse comportamento

 

A família da criança 

 

Os familiares do pequeno devem estar sempre por perto para atuarem como ponte entre o ambiente doméstico, a escola e o consultório. Lembre-se que a informação é sempre o caminho mais justo. Ou seja, quando os pais relatam todos os relatos sobre seus filhos, os terapeutas e os professores podem estabelecer formas de trabalhar tratamentos e estratégias eficazes. 

 

A Neurosaber

 

Nós da Neurosaber somos um projeto que acredita na transformação de práticas profissionais e vivências familiares por meio do conhecimento. Já formamos mais de 10 mil profissionais e famílias. Trabalhamos todos os dias para levar conteúdo rico e com fundamentação científica para dentro de escolas, clínicas e casas. 

 

Não estamos nessa missão sozinhos. Por isso contamos com parcerias como a Agenda Edu para disseminar essa mensagem de transformação, e agregar ainda mais valor ao conhecimento científico. Você leitor, poderá conferir artigos escritos pela Neurosaber aqui na Agenda Edu e em nosso blog.

         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *