A importância de ensinar empreendedorismo na escolaLeitura de 3 minutos

Acontece na escola Tendências em educação 12 de junho de 2019
Empreendedorismo na escola. Crianças em circulo na sala de aula

author:

A importância de ensinar empreendedorismo na escolaLeitura de 3 minutos

Marcelo Freitas conta pra gente a importância do empreendedorismo na escola e quais práticas pedagógicas podem alavancar a aprendizagem dos alunos em sala de aula. Confira! 

 

Aprender deveria ser algo para a vida e não para preparar para um exame. Concorda? Pode-se dizer que o princípio do processo educacional é, em síntese, preparar as mentes jovens para que, ao longo da vida, elas melhorem as pessoas e tragam mudanças positivas para o mundo. Mas em muitos casos elas vêm sendo treinadas para prestar o vestibular. 

 

Na prática o nosso sistema educacional foi desenhado para valorizar o conhecimento acadêmico e os meios tradicionais de avaliá-lo. Isso cria uma distorção, reforçando nos jovens a ideia de que vão à escola para “passar de ano” e não para aprender.

 
E tudo isso acaba deixando os alunos com dificuldades para aplicar o que aprendem e para desenvolver habilidades empreendedoras e inovadoras. E são justamente essas habilidades, associadas ao desenvolvimento socioemocional, que farão a diferença mais à frente, no mercado de trabalho.

 

Leia também: O desafio e a importância de trabalhar soft skills nas escolas

 

O que a educação perde sem a ideia do empreendedorismo na escola?

Não restam dúvidas de que, para dar aos alunos a oportunidade de adquirirem essas habilidades é necessário rever o sistema. Mas isso é algo complexo, por vezes bastante demorado e geralmente está fora do alcance das mãos dos “simples mortais”, como os educadores e gestores educacionais, não é mesmo?

 

Então o que nos resta fazer (?), perguntariam os mais ávidos! Dar pequenos passos e promover mudanças nas práticas diárias poderia ser um bom ponto de partida, não acham? Isso não depende do sistema, mas de atitude. 

 

Empreender é isso: antes de tudo, uma atitude.

 

Professores antenados e designers instrucionais poderiam, por exemplo, melhorar a experiência e o desenvolvimento dos alunos nos processos de aprendizagem adotando algumas práticas que reinam no ambiente empreendedor. E isso pode ser feito de imediato.

 

Praticando o empreendedorismo na escola

Para ajudar e dar um empurrãozinho, listamos aqui algumas dessas atitudes que podem ser incorporadas pelos educadores em suas práticas em sala de aula. Confira! 

 

Incentive a criatividade

Utilize estudos de caso que podem estimular os alunos a buscarem soluções para os problemas apresentados, desenvolvendo assim o pensamento criativo. 

 

Reforce o desenvolvimento pessoal

Professores e equipe técnica podem se unir para criar programas que levantem questões relacionadas ao desenvolvimento da inteligência emocional e autoconhecimento, favorecendo assim a melhoria da saúde mental dos alunos.

 

Promova a liderança

Requisito dos mais demandados pelo mercado de trabalho, a liderança pode ser trabalhada em sala de aula com a ajuda de jogos e animações, oficinas, dinâmicas. São várias estratégias para que os alunos compreendam o valor da negociação, do diálogo e da cooperação.

 

Desenvolva a flexibilidade

Em um mundo baseado na mudança contínua, prover os alunos de situações reais que exijam o exercício da adaptação e da flexibilidade é fundamental. Situações problema, casos e jogos são ótimas estratégias de aprendizagem.

 

Um novo caminho

Para que tais atitudes empreendedoras possam ser mais bem desenvolvidas e implantadas nas escolas, é fundamental que sejam de fato incorporadas às dinâmicas das aulas e à postura dos professores. É imperativo integrar os aspectos mais básicos de como funciona o mundo de verdade, não só no aspecto do mercado de trabalho, mas também da relação entre as pessoas e dos valores de uma sociedade saudável. Assim teremos alunos capazes de traçar suas próprias trajetórias e, a partir delas, melhorar o mundo. 

 

Sobre o autor: Marcelo Freitas é mentor em inovação educacional; Especialista em Gestão Estratégica e Capital Humano; CEO em EdTechs, escritor e palestrante.


6 comentários
  1. Egivaldo

    Muito bom! Gostei das sugestões para incentivar o empreendedorismo como prática pedagógica. Principalmente por serem aplicáveis à minha realidade e, acredito que seja possível para muitos. Vou colocar em prática. Obrigado pelo artigo.

    • Agenda Edu

      Oi, Egivaldo! Ficamos felizes que nossas dicas vão poder te ajudar!👏👏 Continue acompanhando nosso blog para não perder nenhuma dica. Ah, e se quiser receber todas as nossas novidades, assine nossa newsletter. Abraços! 😉

  2. Ótimo artigo! Estamos desenvolvendo material educativo sobre inteligência financeira e o artigo será muito útil para nós, e consequentemente para muitas crianças. Parabéns! Att, Big Cérebro Brinquedos Educativos - https://www.bigcerebro.com.br

    • Agenda Edu

      Olá! Que bom que conseguimos te ajudar! Para não perder nenhuma das nossas dicas, continue acompanhando nosso blog. Forte abraço!💜

      • Big Cerebro

        Agradecemos e vamos recomendar! Nosso blog está sendo construído e os colocaremos como referência. Sucesso! Att

        • Agenda Edu

          💜🚀

         
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *